<a href="index.php?destino=personalidades"><i>PERSONALIDADES</i></a><br>
Homenagem aos companheiros que já faleceram e contribuíram muito para... <a href="index.php?destino=doistoques"><i>DOIS TOQUES</i></a><br>
Vários temas para discussão entre técnicos do Brasil, e você também pode participar... <a href="index.php?destino=lemosegostamos"><i>LEMOS E GOSTAMOS</i></a><br>
Modernização da gestão do futebol brasileiro por Elio Carraveta...
 
 
Futebol: aprender a ensinar
 
Esporte é tão fascinante e ao mesmo tempo simples e, por isso, popular Autor: Édson Aguiar - Publif*
O homem que joga é que dá sentido ao jogo, mas é o HOMEM que joga livremente, com satisfação que é capaz de transformar. Um dia a imaginação foi mais importante que o saber, mas para se criar, antes de tudo é necessário ELABORAR. E o futebol, com certeza é necessário preparação gradual para as realizações e concretizações que nele se objetiva.
Se há coisas difíceis de saber e entender, uma delas é o futebol e não existe esporte tão fascinante e ao mesmo tempo simples e por isso tão popular. Um dos seus enigmas é o fato de ser mais fácil aprender a jogar do que a APRENDER A ENSINAR.
Nos anos 50, o Brasil encantava o mundo com sua arte de jogar futebol e num jogo entre Brasil X Suécia, partida vencida pelo Brasil por 7 x 1, muitos fãs e especialistas da época ficaram encantados com os jogadores brasileiros com seus passes, dribles, fintas, etc., e concluíram que a partir desses fundamentos, treinando todos os dias se igualariam ou até seriam melhores que nós. O tempo foi passando e durante esse tempo os europeus e o mundo chegaram à conclusão de que a forma pedagógica de ensino para o futebol estava sendo aplicada de forma contrária.
As qualidades e exigências atuais da MODERNIZAÇÃO DO FUTEBOL exigem de todos os envolvidos dentro desse processo, um PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO TÉCNICO-TÁTICO, FÍSICO e MENTAL, sistematicamente controlado.
Os problemas e questões que surgem para o ensino para as diferenças faixas etárias, tais como:
- qual o período que deve começar a especialização?
- como deve ser os exercícios técnicos - táticos para as diferentes faixas etárias?
- que elementos técnicos - táticos deve ser usado para as diferentes faixas etárias?
- como será a estrutura das sessões de ensino para as diferentes faixas etárias?
Todo trabalho atual dentro da prática do futebol, independente da faixa etária, consiste no trabalho que tem início nas realizações de JOGOS em forma de treinamentos, assim, o processo de aprendizagem deve ser um processo racional e fundamentalmente baseado em forma de jogos, baseados no PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO TÉCNICO-TÁTICO, FÍSICO E MENTAL.
A tarefa mais difícil que se coloca no ensino e na aprendizagem nos treinos de futebol, é a de correlacionar os meios didáticos a se utilizar, com a lógica de dentro do jogo, por isso, tão importante como análise do jogo para se poder compreender sua lógica, é entender sua natureza, método de ensino que será aplicado e análise escolhida, também são determinantes para uma via de eficiência e sucesso.
É necessário garantir durante os treinamentos situações reais e mais próximas da realidade que se apresenta nos JOGOS, ou seja, uma atividade verdadeiramente como se vê e como se sente, proporcionando de forma sistemática e afetiva, o máximo de oportunidades no ataque e na defesa, mantendo deste modo um nível de MOTIVAÇÃO elevado.
Quanto menor for o número de jogadores dentro de um CAMPO REDUZIDO, maior será o número de vezes que o jogador será solicitado para as ações ESPECÍFICAS do jogo e maior também a oportunidade de um desenvolvimento individual. Com base na análise da estrutura geral do jogo, que se expressa por uma situação:
G.K + 10 X 10 + G.K
É o POSICIONAMENTO e a MOBILIDADE dos jogadores entre uma mesma equipe, com ou sem bola, que constituirá uma primeira etapa na via da SIMPLIFLICAÇÃO (1 X 1 - 2 X 1 - 3 X 3 - 4 X 4 - 5 X 5 - 7 X 7 - 9 X 9 ) da estrutura complexa do jogo, tornando as resoluções e os problemas, fáceis de entender e de assimilar e lógica para os jogadores.
Situação fundamental do jogo Defesa x Ataque Para se compreender a lógica do jogo é preciso viajar pelo seu interior, por isso é necessário tornar as coisas mais simples, sem desvirtuar sua natureza fundamental, ou seja, sem tirar a virtude e o merecimento.
Em cada momento do jogo ao tornar as tarefas de ATAQUE e DEFESA, que cabe a cada uma das equipes, independente de ter ou não posse de bola, atacar e defender constitui para o atleta, atitude de base interdependente e indissoluvelmente ligada umas as outras. Já os comportamentos técnico-táticos se expressam de forma antagônica durante o jogo. Deste modo num dado momento do jogo a evolução dos diferentes comportamentos técnico-táticos de uma mesma equipe revestem-se num plano de atitudes de mesma significação, orientadas em função de uma meta comum para as duas equipes. Assim, as relações das ações tais como: anulação das ações ofensivas, recuperação e manutenção da bola para criação de situações de finalização e ainda criação de vantagens propriamente dita, etc, todas essas situações devem ser realizadas em treinamentos, através de JOGOS AUXILIARES (TÉCNICO-TÁTICO, FÍSICO e MENTAL), mas desde que o instrutor, treinador ou orientador, que esteja trabalhando saiba exatamente diferenciar os OBJETIVOS para qual faixa etária estará direcionando o objetivo proposto e também que esteja dentro de um PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO. * Édson Aguiar - é graduado em Educação Física (CUML-SP) e Técnico do Al Rayyan Sports Club do Qatar. É membro do Publif.
 
 
 
 
FAMÍLIA
Veja fotos antigas e atuais da incrível família do Zé Mario...
LEIA MAIS
 
 
AULAS TÁTICAS
Acompanhe as aulas táticas do sistema com o professor Zé Mario...
LEIA MAIS
 
 
ATLETA
Veja fotos e curiosidades de Zé Mario quando era jogador...
LEIA MAIS
 
HOME | HISTÓRIA | DOIS TOQUES | LIVRO | TREINADOR | PERSONALIDADES | FAMÍLIA | ATLETA | CONTATO
 
Zé Mário - Copyright © - Todos os direitos reservados - by Internetix